Poemas para as quatro estações

13.75

Para que as plantas floresçam na primavera, é preciso que, antes disso, o inverno as embale na terra, que o outono lhes espalhe as sementes ao vento, que o verão lhes amadureça os frutos. Os animais vão e vêm, conforme faz mais frio ou mais calor, e até nós nos comportamos de maneira diferente, com alegrias e afazeres próprios de cada tempo. Nenhuma estação do ano faz sentido sem as restantes. Bom mesmo é sabermos contemplar a beleza de cada uma delas — essa espécie de poesia de que nos apercebemos não só com os sentidos, mas, sobretudo, com o coração.

48 páginas
DIMENSÕES: 20,00 x 23,00 cm
EDITORA: Máquina de Voar | Manuela Leitão . Catarina Correia Marques


OFERTA DOS PORTES DE ENVIO EM TODAS AS COMPRAS.
Oferta válida para envios em Portugal Continental com entrega até 72h úteis. Para outras opções de envio fale connosco: geral@comalma.pt

Em stock

Categoria: